Relatório Sessão de desenho de terça 22 de maio de 2018

May 22, 2018

 

 

Ele está apenas obedecendo a sua vocação, do modo como a sente em seu coração -
não é o senhor do seu destino, mas seu servidor;

Andrei Tarkovsky, Esculpir o tempo

 

Seguir nossa própria sina por pior que ela seja, é o nosso caminho, na verdade o
caminho da decisão, este caminho cavalga comigo, monta em mim. Sou o cavalo do meu
destino e não o cavaleiro.

Rubens Espírito Santo, O que é a alma humana?

 

Não entendo os desenhos de Rubens. Posso ver muitas coisas neles, até porque me
permitem que eu vá além, muito além que não se esgotam de me dar algo.


Como a cada semana faz tipos de desenhos que parecem tão diferentes, em tão pouco
tempo e com poucos materiais.

 

Existem coisas que consigo enxergar, que os unem, além de ter sido Rubens quem os
fez. Por mais que o formato do desenho mude, por mais que a imagem seja cada vez
mais estranhas, o padrão, o processo sempre é o mesmo.


Papéis de tamanhos iguais - independente do número -, todos os gestos feitos em um irá
se repetir nos outros. E Rubens só vai parar de agir sobre o papel quando ele apresentar
que desconhece.


E a feitura dos desenhos nunca se limita no período de duas horas em que Rubens está

com seu uniforme de frente para o papel.

 

As pequenas decisões tomadas no dia a dia são elementos fundamentais para que o
desenho exista. Para que ele não force sua vontade contra o papel. Para que o mundo do
outro possa afetá-lo e ele possa manobrar dentro do ser afetado.

 

Seja um livro do Robert Ryman, uma pintura da Marina Rheingantz, o travesti na esquina,
um desenho formado por fitas gastas no prédio no centro, o porto de Santos, o braço
fodido, tudo é combustível para seguir o seu caminho. Caminho esse que não sei
nomear, mas que vai em direção do que é desconhecido a Rubens.

 

Cada dia que vive, Rubens faz uma pequena alteração em seu Batiscafo, para que ele
possa mergulhar mais um metro dentro do abismo dele mesmo. E se os desenhos se
mantém na parede, a expedição foi um sucesso. Mas não há pausa para a tripulação
comemorar ou descansar, deve-se continuar trabalhando para na semana seguinte
avançar mais fundo.

 

Rubens tem 52 anos, talvez tenha conquistado seu nome a 10 anos, produz muito mais
do que em todos os seus 20 anos anteriores.


Sei que não tem arrependimentos e ama a vida que construiu.


Mas cada segundo que puder respirar, fará um esforço descomunal para mergulhar mais
fundo.

 

Os desenhos são como marcadores de cada segundo que se pode respirar novamente
para ir em direção às águas escuras.

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

October 24, 2018

October 22, 2018

October 16, 2018

October 16, 2018

October 16, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Atelier do Centro - G1

Rua Epitácio Pessoa, 91, República, São Paulo

3129-3977 // 99537-5396 (RES)

Segunda à sexta: 8h às 17h

atelierdocentro@gmail.com

Galpão do Centro - G2

Rua Teodoro Baima, 39, República, São Paulo

CECAC - Centro de Estudos Conglomerado

Atelier do Centro - G4

Rua Teodoro Baima, 51, SL 1, República, São Paulo

Atelier do Centro - G5

Rua Teodoro Baima, 88, República, São Paulo

Coleção Àlex Muñoz - G6

Carrer del Segle, 5, Premià de Mar

08330 - Barcelona, España

OPCAC - Oficina Prática Conglomerado Atelier do Centro

Rua Teodoro Baima, 39, República, São Paulo

www.opcac.xyz

Vernacular - Editora Atelier do Centro

www.ccsvernacular.com

www.medium.com/@carolccs

  • YouTube
  • Instagram