Sobre a sessão de desenho de RES - 16.01.18

March 13, 2018


“Se o outro não respondesse ao seu trabalho com sua comoção, e devolvesse ao trabalho também um pouquinho do que o trabalho tem de acesso, o trabalho estaria morto e você não seria.

Nós não somos os instrumentos do destino, tampouco somos os poderes do destino. Nós somos meros materiais do destino.”

Agnes Martin

 

Série desenhos descontrolados.

Na verdade, se você olhar o conjunto de trabalhos de RES esse título não parece ter tanto sentido. Como alguém com controle poderia fazer tais coisas?

 

“Eu sou um pesquisador” 

RES

 

Como acessar o descontrole novamente de uma forma que não tenha sido feita na semana passada?

 

É como se a cada desenho, uma porta diferente se formasse e como consequência a fechadura alterasse sua forma também, Cada desenho obriga Rubens a se relacionar diferente com ele, obriga-o a criar uma nova tecnologia a cada confronto.

Como um largarto que acaba de nascer no deserto, cercado por diversas cobras, só tem que correr para sobreviver, correr com todas as forças para poder viver mais um dia, Rubens consegue inventar uma ferramenta para o passo seguinte. De forma tão rápida e burra!! Burra e tosca, mas ao mesmo tempo brilhante.

 

 E aí fica muito claro porque exitem 8.000 volumes em sua biblioteca, 50.000,00 reais em sua conta todo mês, suas coleções, atelier em São Paulo, Santos, Barcelona, 15 anos de análise, marca na testa, pressão atla, os dentes que faltam.

Toda essa dedicação, essas escolhas e consequências, todo esse saber só serve para mostrar que Rubens não sabe de nada. Para lembrá-lo que não sabe de nada, que é um selvagem que precisa sobreviver o hoje porque o amanhã tem que existir.

 

“[...] É uma coisa que insufla, mas não é uma coisa que podemos manipular, é somente um estado que nos atravessa; não é um poder, é um estado de paz e consolo - até para os animais e plantas”

Agnes Martin

 

Talvez, Rubens só esteja construindo seu abrigo, seu lugar de paz e consolo para que um dia sua alma insaciável e selvagem possa descansar.

E para o descanso ser possível, tudo que estiver em seu alcance tem de ser consumado.

 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

October 24, 2018

October 22, 2018

October 16, 2018

October 16, 2018

October 16, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Atelier do Centro - G1

Rua Epitácio Pessoa, 91, República, São Paulo

3129-3977 // 99537-5396 (RES)

Segunda à sexta: 8h às 17h

atelierdocentro@gmail.com

Galpão do Centro - G2

Rua Teodoro Baima, 39, República, São Paulo

CECAC - Centro de Estudos Conglomerado

Atelier do Centro - G4

Rua Teodoro Baima, 51, SL 1, República, São Paulo

Atelier do Centro - G5

Rua Teodoro Baima, 88, República, São Paulo

Coleção Àlex Muñoz - G6

Carrer del Segle, 5, Premià de Mar

08330 - Barcelona, España

OPCAC - Oficina Prática Conglomerado Atelier do Centro

Rua Teodoro Baima, 39, República, São Paulo

www.opcac.xyz

Vernacular - Editora Atelier do Centro

www.ccsvernacular.com

www.medium.com/@carolccs

  • YouTube
  • Instagram