Reflexões pedagógicas de Res: ideias de solução, ideias não reativas, não mórbidas, ou seja saídas para nossa situação de conforto?

 

1 de julho de 2018

 

1. Antes de dormir, ter um caderninho de anotações de cabeceira, para desenvolver o hábito da escrita enquanto cura e não literatura.

2. O Brasil é muito grande e extremamente desigual, viver em São Paulo é um grande previlégio enquanto interlocução / ter um espaço como o Atelier do Centro é uma benção num lugar como o Brasil.

3. Quanto mais sólido o seu conhecimento da realidade, mais poderá transformá-lo - convertê-lo em outra coisa.

4. Ter uma biblioteca é aconselhável, é necessário / ler coisas que te empolguem - ler por paixão, e não como conhecimento estéril.

5. Se começou tarde uma coisa, não desista, somente se esforce mais, se dedique mais, aproveite seu tempo, ele é precioso. Tente ganhar tempo, não se envolva em coisas inúteis, não faça viagens inúteis, não ande com pessoas que não estejam envolvidas num processo parecido com o seu. Interlocução de qualidade é simplesmente essencial.

6. Se a situação é uma, não adianta chorar o leite derramado, descubra um modo de reverter algo a seu favor - pare de se queixar, não resolve nada, arregace as mangas e vá à luta, tente perceber em como se aproveitar de uma situação desfavorável a seu favor.

7. O lugar de vítima é um conforto que precisa ser exterminado. Principalmente a autovitimização.

8. A psicanálise hoje ocupa um lugar decadente, que precisa ser transformado com urgência.

9. A arte idem. Que venham os novos pensadores do mundo, este mundo precisa urgentemente de pessoas com coragem para pensá-lo e transformá-lo. Trabalho importante das próximas gerações do Atelier do Centro.

10. Hoje o Atelier é uma empresa de capital aberto, à espera de sócios e investidores.

11. Preconceitos não levam a nada de bom. Tentar ser o mais livre possível de crenças. E de definições. Quando eu classifico eu reduzo. Quando eu reduzo eu limito. E sou parcial.

12. Colocar avisos grandes de coisas que desejo fazer na parede, assim não vou esquecer. Não confie na memória, não confie em coisas dentro do caderno, ponha suas tarefas à vista, deixe o problema à vista, transforme as tarefas importantes em coisas visuais.

13. Faça cronogramas e listas e diagramas da sua vida, da sua semana, do seu ano, isto ajuda muito a deixar a cabeça limpa.

14. Buscar o simples, deixar o complexo para depois, simplificar e diminuir a expectativa de perfeição, não existe nada mais daninho à arte do que a ideia de perfeição

15. Presumir é anti produtivo - não presumir nada, verificar tudo, verificar está relacionado à apropriação, a encarnar algo. A ter propriedade de algo.

16. Capacidade de materialização está intimamente ligado à desromantização da realidade, isto é, se desiludir, tirar um véu da fantasia, ver o mundo com os pés no chão e entender que esta vida não é infinita e uma hora acaba, e você não terá mais tempo para fazer o que veio fazer.

17. Fazer, pôr no mundo de qualquer jeito, de preferência de maneira tosca e diferente do que está na nossa cabeça. O que está na nossa cabeça é uma doença que não tem fundo pragmático.

18. Tudo que sai da nossa cabeça e ocupa um lugar no mundo é imperfeito, por isto desejar o imperfeito e não o perfeito.

19. O perfeito impede a criação.

20. A ideia de algo pronto e acabado não tem chão em arte, não subsiste.

21. Deixar a pira de procurar longe o que está embaixo do nosso nariz.

22. Tentar ser prático na vida, buscar aprender a ser prático, saber fritar um ovo é tão importante quanto ler um livro de filosofia.

23. Ler num lugar calmo dentro de você.

24. Água quente e banho quente.

25. Beber água de qualidade.

26. Boa alimentação.

27. Cuidar da saúde desde já - levando em conta que sou jovem.

28. Ter um interlocutor forte que seja capaz de me criticar e não passar as mãos na minha cabeça.

29. Assistir bons diretores de cinema.

30. Escrever sobre o que assisti.

31. Tentar ler um filósofo sério até o fim - escolher um livro e lê-lo / pode ser alguém como Bergson por exemplo.

32. Nenhuma faculdade é suficiente, estudar, ter força de estudar por conta própria é fundamental. Sentar a bunda na cadeira e ler, ter um roteiro de estudos ajuda.

33. Por exemplo ter um roteiro de estudos de história da arte brasileira.

34. Ter uma biblioteca mínima de pensadores brasileiros essenciais.

35. Ter um bom plano de saúde.

36. Morar num apartamento arejado e com luz, um lugar onde entre luz natural. Um lugar limpo e que não seja um amontoado de coisas.

37. Ter uma rotina de trabalho e disciplina   - coisas essenciais para uma boa produção.

38. Ter um bom dicionário de filosofia.

39. Assinar pelo menos uma boa revista de arte internacional: tipo Parkett.

40. Tentar conseguir recursos para ver arte de qualidade nos grandes museus do mundo.

41. Capacidade de organização - ajuda muito a se focar.

42. Escrever está muito ligado ao pensamento claro.

43. Um ambiente limpo ajuda muito a capacidade de organização.

44. Boas relações: ajuda muito a ter clareza. Se relacionar com pessoas que estejam num movimento parecido com o seu de produção e de visão de mundo - se afastar de quem não deseja ter uma profissão clara.

45. Um ofício é fundamental.

46. Os novos tempos exigem uma nova epistemologia: isto é, buscar fazer as coisas como elas ainda não foram feitas, ou como afirma Adorno no seu livro Quasi una fantasia, “toda utopia na arte hoje é fazer coisas que não sabemos o que são.

Atelier do Centro - G1

Rua Epitácio Pessoa, 91, República, São Paulo

3129-3977 // 99537-5396 (RES)

Segunda à sexta: 8h às 17h

atelierdocentro@gmail.com

Galpão do Centro - G2

Rua Teodoro Baima, 39, República, São Paulo

CECAC - Centro de Estudos Conglomerado

Atelier do Centro - G4

Rua Teodoro Baima, 51, SL 1, República, São Paulo

Atelier do Centro - G5

Rua Teodoro Baima, 88, República, São Paulo

Coleção Àlex Muñoz - G6

Carrer del Segle, 5, Premià de Mar

08330 - Barcelona, España

OPCAC - Oficina Prática Conglomerado Atelier do Centro

Rua Teodoro Baima, 39, República, São Paulo

www.opcac.xyz

Vernacular - Editora Atelier do Centro

www.ccsvernacular.com

www.medium.com/@carolccs

  • YouTube
  • Instagram